Reforma Agrária

Codevasf seleciona agricultores para ocupação da primeira etapa do Baixio de Irecê

Codevasf seleciona agricultores para ocupação da primeira etapa do Baixio de Irecê

Os agricultores do semiárido baiano poderão concorrer ao direito real de uso de quase 4,3 mil hectares na primeira etapa do projeto Baixio de Irecê, a 450 km de Salvador (BA). A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) recebe nesta quinta-feira (23), do Ministério da Integração Nacional (MI), autorização para licitar a ocupação, por meio da Concessão de Direito Real de Uso (CDRU), de aproximadamente 250 lotes irrigáveis do projeto, localizado nos municípios baianos de Itaguaçu da Bahia e Xique-Xique, região central do estado, ao norte do Médio São Francisco.

Leia Mais

Adab realiza vacinação assistida em Assentamentos de Reforma Agrária na região de Santo Amaro

Os produtores assentados e suas associações têm entendido muito bem a importância da prevenção contra a Febre Aftosa, além de colaborar com todas as ações que a Adab vêm propondo

Lauro Novis, técnico da Adab

Cerca de 10 Assentamentos de Reforma Agrária serão acompanhados pela Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Secretaria de Agricultura (Seagri), durante o período de imunização contra febre aftosa, que encerra dia 31 deste mês. A Seagri, por meio da gerência da Adab de Santo Amaro, iniciou na segunda-feira (13) as vacinações assistidas no rebanho bovino dos assentamentos distribuídos entre os municípios de Santo Amaro, Saubara, Terra Nova, Teodoro Sampaio e São Sebastião do Passé.

Leia Mais

Agricultores de Barra do Choça formam associação e compram a própria fazenda

Agricultores de Barra do Choça formam associação e compram a própria fazenda

Barra do Choça - BA) - Agricultores da região de Barra do Choça, no sudoeste baiano, estão comemorando a aquisição da terra própria, um sonho de muitos anos. Os agricultores, que formam 50 famílias, se organizaram e criaram a associação do Projeto de Assentamento Rural de Bebedouro e compraram, por R$ 1.350.000,00 a Fazenda Bebedouro, de 382 hectares, através do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF). O programa faz o financiamento, através do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), com 4% de juros ao ano, três anos de carência e 17 anos para pagar, com direito ainda a 40% de desconto nas prestações pagas em dia.

Leia Mais

Funai quer demarcar quase 10 mil hectares para tupinambás em Belmonte. Produtores rurais protestam

Isso é um absurdo.! A nossa fazenda pertence à família desde 1920 e temos a cadeia sucessória desde 1860. Nesses anos todos nunca foi registrada a presença de índios na região

Sérgio Paiva, produtor rural.

A Funai acaba de produzir um documento determinando mais uma área de demarcação indígena no Sul da Bahia. Trata-se de uma área de 9.521 hectares em Belmonte, denominada "Terra Indigena tupinambá de Belmonte". A área abrange o povoado de Boca do Córrego e entre as fazendas que podem ser desapropriadas estão a Timiquim, São José do Triunfo, Eldorado, Coroa da Palha, 19 de Junho e Córrego Grande. Produtores alegam que essas terras são ocupadas legalmente por seus familiares.

Leia Mais

Assentamento em Pojuca é exemplo de sucesso do crédito fundiário

Assentamento em Pojuca é exemplo de sucesso do crédito fundiário

De trabalhadores da Fazenda Alvorada a donos da propriedade. Essa é a nova realidade de dezenas de famílias que organizaram a Associação Hortícola Riacho das Moças e, através do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), compraram a fazenda com 4% de juros ao ano, três anos de carência e 17 anos para pagar, com direito ainda a 40% de desconto nas prestações pagas em dia. A associação já antecipou o pagamento de duas parcelas. Além disso, coletivamente, as 15 famílias tiveram acesso a R$ 425 mil, não reembolsáveis, para investimentos em infraestrutura produtiva.

Leia Mais