Portanto, a reabertura da Ucrânia para a carne suína brasileira é comemorada pelo setor privado como uma das grandes notícias do ano

Ucrânia reabre mercado para carne suína do Brasil

Exportação vai reaquecer expectativas do mercado para 2013

A Ucrânia, um dos maiores compradores de carne suína brasileira que havia suspendido as compras do país meses atrás alegando ter encontrado uma bactéria em produtos provenientes de frigoríficos de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, anunciou a volta das importações do produto. O embargo foi imposto pelo governo ucraniano em março, quando as compras foram suspensas sob o argumento de que havia sido registrada a presença da bactéria Listeria em alguns lotes. Com isso, as exportações brasileiras de carne suína caíram 18% em maio.

Portanto, a reabertura da Ucrânia para a carne suína brasileira é comemorada pelo setor privado como uma das grandes notícias do ano, ao lado da abertura do mercado japonês, o maior importador mundial do produto. A retomada das exportações para a Ucrânia irá reaquecer as expectativas do mercado para 2013. Faltando ainda seis meses para terminar o ano, a reabertura deverá pesar favoravelmente para o resultado total das vendas externas de carne suína.

Especialistas do serviço estatal de medicina veterinária da Ucrânia, habilitaram seis empresas para realizar a exportação, sendo que cinco delas são de carne suína resfriada e congelada em embalagem a vácuo, produtos de carne suína, subprodutos suínos e a sexta é de peixe fresco congelado.

Comentários