O uso de água para irrigação deve ser feito de forma racional para que se consigam elevações substanciais na produtividade sem esgotamento excessivo dos recursos hídricos

Eugênio Coelho.

Novo livro on-line da Embrapa aborda a irrigação da bananeira

"Irrigação da bananeira" é o mais novo livro da Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, BA), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura. Disponível gratuitamente na forma on-line, a publicação, de 280 páginas, tem o pesquisador Eugênio Ferreira Coelho como editor técnico. A publicação é uma parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IFBaiano) de Guanambi e Senhor do Bonfim.


As informações são oriundas de trabalhos realizados pela Unidade Demonstrativa no período de 1999 a 2010, na Unidade Regional Norte de Minas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), nos projetos Gorutuba e Jaíba, e no IFBaiano, no projeto Ceraíma, representando condições subúmidas e semiáridas do Nordeste do Brasil.


Adequação do sistema de irrigação


Segundo dados da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), o Brasil foi, em 2009, o quinto maior produtor de bananas do mundo, sendo que a região Nordeste representou 37,9% dessa produção. Grande parte da área plantada está em condições de sequeiro, onde as produtividades são significativamente inferiores àquelas sob condição irrigada, mas esta realidade já está mudando no Nordeste, onde o uso da irrigação tem aumentado. "O uso de água para irrigação deve ser feito de forma racional para que se consigam elevações substanciais na produtividade sem esgotamento excessivo dos recursos hídricos, afirma Eugênio Coelho.


É necessário conhecer que tipo de sistema de irrigação é mais adequado para a cultura, suas possíveis configurações, sua eficiência de aplicação e melhor maneira de uso. O livro aborda o adequado manejo da irrigação, os critérios usados no manejo, os instrumentos para avaliar o sistema solo-água-planta-atmosfera, de maneira a definir o tempo adequado para a irrigação, e a quantidade de água aplicada no solo, com minimização das perdas.


A publicação pode ser baixada no endereço www.cnpmf.embrapa.br/publicacoes/livro/Irrigacao_Da_Bananeira_internet.pdf

Comentários