Os preços estão caindo justamente num momento em que historicamente a tendência é de alta

Losivânio de Lorenz - Presidente da ACCS

Arroba suína tem alta em SP. Preço cai no RS

Nesta terça-feira, novos preços foram definidos para o suíno vivo em algumas das principais praças de comercialização. Em São Paulo, a arroba suína ficou definida entre R$ 80 e R$ 82 - ou R$ 4,27 a R$ 4,37/Kg. A definição é uma ligeira alta em relação aos preços da última semana, que fecharam entre R$ 80 e R$ 81/@.

Em Rio Grande do Sul, a pesquisa semanal realizada pela Acsurs (Associação dos Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul) voltou a apresentar baixa no preço médio pagos aos produtores independentes. Por lá, a referência passa de R$ 3,93/kg para R$ 3,87/kg. Estes valores representam uma baixa de 26% em relação aos preços praticados há um ano, quando o suíno vivo era negociado a R$ 4,88/kg.

Já os preços para milho voltaram a apresentar alta no Rio Grande do Sul. A saca passou de R$ 32 para R$ 32,83, enquanto a tonelada do farelo de soja está negociada a R$ 1.382,50.

Em Santa Catarina, os preços cederam cerca de 5% no final da última semana, em que a referência do estado passa a ser R$ 3,80/kg. O presidente da ACCS (Associação Catarinense de Criadores de Suínos), Losivânio de Lorenzi, explicou que os preços estão caindo justamente em um momento que historicamente a tendência é de alta.

"Essa é uma preocupação porque estamos chegando ao último mês do ano onde a comercialização é forte e o preço poderia ser maior, até mesmo para compensar o ano que estamos trabalhamos com um empate técnico em relação aos custos e garantir uma remuneração ideal para se manter no primeiro trimestre do ano", explica Lorenzi.

Fonte:  Notícias Agrícolas

Comentários