Depois de um longo período carente de notícias fundamentais de impacto, a semana passada produziu uma quantidade abundante, na sua maioria altista. Como era de se esperar, elas reforçaram a tendência de alta que já se vinha esboçando e fizeram os preços do cacau avançar pela quarta semana consecutiva, desta vez em ritmo acelerado"

TH Consultoria

Preço pago ao produtor de cacau na Bahia continua avançando

Os preços do produtor na Bahia continuaram avançando da faixa de R$75.00 -79.50/arroba cotados na semana passada para R$76.00 - 81,00 na sexta-feira e fecharam ontem (25/7), em R$77,00 - 81,00, equivalente a US$2347 - $2342/t. Os preços retornaram para o nível de R$80,00/arroba pela primeira vez desde setembro do ano passado.

O clima ainda é de instabilidade no mercado, mas alguns analistas acreditam que o preço deverá se manter com este novo patamar. "Depois de um longo período carente de notícias fundamentais de impacto, a semana passada produziu uma quantidade abundante, na sua maioria altista. Como era de se esperar, elas reforçaram a tendência de alta que já se vinha esboçando e fizeram os preços do cacau avançar pela quarta semana consecutiva, desta vez em ritmo acelerado", diz a analise da TH.

Ainda de acordo com a TH Consultoria as entradas da Bahia permaneceram em níveis baixos das semanas recentes e continuam sendo inibidas pelas chuvas persistentes que retardam o amadurecimento dos frutos e dificultam o transporte do cacau.

As moagens brasileiras de cacau foi o mais baixo desde o 3º trimestre de 2009, mas alguns analistas ainda apostam que nos próximos dias o cenário seja favorável ao cacauicultor, tanto em preço, quanto em amêndoas. 

Fonte: Mercado do Cacau 

 

Comentários